Vocalista do Cranberries,morre aos 46 anos

A cantora Dolores O’Riordan, de 46 anos, vocalista da banda irlandesa The Cranberries, morreu nesta segunda-feira, em Londres, no Reino Unido. A informação foi divulgada pelo assessor de imprensa do grupo, mas a causa da morte não foi revelada.

De acordo com o site britânico “Daily Mail”, a cantora faleceu subitamente quando estava hospedada em um hotel. A polícia local informou que o corpo de Dolores foi encontrado em um quarto durante a manhã e que a morte está sendo investigada.

Formado em 1989, o Cranberries alcançou enorme sucesso comercial nos anos 90 graças a hits como “Zombie”, “Linger”, “Ode to my family” e “Dreams”. O segundo disco da banda, “No need to argue”, lançado em 1994, teve algo em torno de 17 milhões de cópias vendidas.

Em 2003, o grupo inciou um hiato que só acabou em 2009, quando os músicos se reuniram para turnês e lançaram mais dois discos. Em 2010, fizeram shows em várias capitais do Brasil, como Rio, São Paulo, Porto Alegre e Fortaleza.

“A vocalista da banda irlandesa ‘The Cranberries’ estava em Londres para uma curta sessão de gravação. Não há mais informações por enquanto. A família está devastada e pede privacidade nesta altura difícil”, diz o comunicado divulgado pelo assessor de imprensa.

Em 2017, a banda anunciou uma turnê na Europa e nos Estados Unidos. No entanto, em maio do ano passado, parte da turnê europeia foi cancelada por problemas de saúde da cantora. Na época, o site da banda informou que Dolores tinha “problemas nas costas”.

A artista também sofria de transtorno bipolar. Ela foi poupada de uma condenação criminal após uma explosão de raiva em 2014, quando Dolores agrediu policiais em um aeroporto.

Em entrevista ao jornal inglês “Metro” no ano passado, Dolores contou que lutava contra depressão. “Há duas extremidades do espectro (bipolar): você pode ficar extremamente deprimido e sombrio e perder o interesse pelas coisas que ama e você pode ficar super ansioso. Eu estava no lado deprimido do espectro por um longo período. Mas, geralmente, você só pode durar nesse caminho por cerca de três meses antes de atingir o fundo do poço e entrar na depressão. Quando você está ansioso, não dorme e fica muito paranóico. Então estou lidando com isso com medicação”.

Dolores deixa três filhos com o ex-marido Don Burton: Taylor Baxter, de 20 anos, Molly Leigh, de 16, e Dakota Rain, de 12 anos. Ela e Don se separaram em 2014 após 20 anos de relacionamento.

Em abril passado, os Cranberries lançaram o álbum “Something else”, com regravações acústicas de seus sucessos e três canções inéditas. Paralelamente, Dolores seguia com o projeto D.A.R.K., junto com Andy Rourke (baixista dos Smiths), com o qual lançou em 2016 o álbum “Science agrees”.

 

Fonte: O Globo